quinta-feira, 20 de junho de 2013

ACUPUNTURA DE CHAKRA

GABRIEL STUX, M.D. / Tradução: Paulo Pedro P.R. Costa

Alex Grey - sacred mirrors

Acupuntura de Chakra é uma expansão como também uma complementação da prática de acupuntura chinesa tradicional. Tem a possibilidade de aprofundar acupuntura clássica incluindo o sistema indiano de chakra, um sistema de sete centros principais de energia.

Os chakras da medicina indiana são centros de energia. Sete principais centros de energia se localizam na linha média do corpo, do perineum para o crânio (ver ilustrações). Além destes, há algumas dúzias de centros de energia menores de importância secundários que na maioria dos casos também correspondem com o local de pontos de acupuntura. Os chakras, de modo semelhante aos Órgãos Chineses, possuem funções específicas.

O objetivo do tratamento na acupuntura chinesa tradicional é harmonizar o fluxo de Qi dissolvendo os bloqueios e estagnações nos canais e órgãos. Condições de excesso ou deficiência são equilibradas e assim a regularidade da função dos órgãos é alcançada harmonizando Yin e Yang. Estes conceitos são a base de acupuntura tradicional chinesa.

Acupuntura de Chakra estende a aplicação tradicional de acupuntura por incluir o sistema indiano de chakra para diagnose como também tratamento. Em acupuntura de chakra, aparte dos pontos de acupuntura selecionados conforme a tradição chinesa, pontos de chakra adicionais são agulhados na área dos sete centros de energia. Assim o chakras são ativados e o fluxo de energia é estimulado. Isto é chamado " abertura do chakras ".

O ponto de chakra mais freqüentemente usados é o VG 20 - Baihui situado no centro do chakra coronário o 7º chakra, e extraordinariamente 6 - Sishencong cercando o retangularmente o Baihui. Outros pontos de chakra importantes são o ponto extra 1 - Yintang e VG 15 - Yamen para o 6º chakra, VC 17 Shanzhong e VG 11 (Shendao para o 4º chakra, o chakra de coração.

Além de agulhar os pontos chakra, " a focalização da atenção consciente ", (awareness conscious) i.e. a atenção do paciente para a respectiva região do chakra, é importante para a eficácia do tratamento. Após os pontos de acupuntura serem agulhados com a técnica habitual, ao paciente é pedido dirigir sua consciência para o chakra pertinente [por exemplo, para o centro de energia da coronário onde os pontos VG 20 (Baihui) e o ponto extra 6 (Sishencong) se foram agulhados].

Depois de pouco tempo os pacientes sentem uma sensação de formigamento leve ou de um fluxo discreto nesta área. O terapeuta, junto com o paciente, também focaliza sua atenção nesta região. Ele solicita repetidamente para o paciente abrir esta área e deixar que a energia flua de cima para baixo (flow from above and downwards). Assim a abertura do chakra como também o fluxo de energia vital (life force) no centro de energia coronário é intensificado.

Quando o fluxo através de um centro de energia é claramente perceptível ao paciente, a pessoa procede ao próximo centro de energia (por exemplo para o chakra do coração no meio do tórax), Aqui os pontos VC 17 (Shanzhong) e VC 15 (Jiuwei) devem ser agulhados. Ao paciente é solicitado então a respiração nesta área, segurar a consciência dele lá, e abrir o chakra de coração até que ele sente uma sensação de grandeza (wideness), densidade (carga / charge) e fluxo neste chakra.

No começo do tratamento de acupuntura de chakra é importante focalizar em 2-3 chakras (por exemplo coronário (crown) e o centro energético do coração (the heart energy centers)). Como o coração é o 4º chakra, situado no meio do sete chakras, sobre e abaixo dele estão três chakras. Assim o chakra de coração, por causa de sua posição central, tem uma importante função harmonizando para a energia inteira do corpo.

Também a qualidade da energia curativa do coração harmoniza os outros centros de energia. Depois de algumas poucas sessões de tratamento, quando o fluxo de energia em 2-3 chakras está bem estabelecido, a pessoa procede a chakras adicional, especialmente na região onde se localiza a doença (illness) do paciente. Não é recomendado começar com a região transtornada, mas abrir e ativar o chakras inicialmente os principais (o coronário e o do coração) estimular a manifestação quantidade (carga /charge) e o fluxo de energia na totalidade do sistema energético.

O primeiro passo é abrir os centros de energia e promover o fluxo de energia vital (life force - força de vida) neles, estabelecendo sua forte manifestação (carga / charge), simultaneamente despertando a consciência do paciente assim para os centros de energia vitalizando-os. O segundo passo é focalizar os bloqueios e estagnações que causam as doenças e os dissolver. Além de agulhar a área do bloqueio, novas diretrizes e métodos de "medicina vibracional (energy medicine), tal como a Arte (Técnica) de Libertação da Consciência (ART - Awareness Release Technique) de introduzido por Robert T. Jaffe.


DESPERTAR (ART - Awareness Release Technique) EM QUATRO PASSOS:

1. Consciência é focalizada pela paciente sobre seu problema, dor, região ansiogênica ou de tensão (nervousness) (i.e. o bloqueio de energia). Ele está comunicando seu problema ao terapeuta.

2. Identificação. O segundo passo é uma identificação mais precisa do problema. O terapeuta pede para o paciente que focalize mais profundamente sobre a região do bloqueio para visualizar e descrever seu local, tamanho, bordas, densidade, temperatura e cor. Depois a consciência também é dirigida sobre as emoções relacionadas ao bloqueio e os pensamentos que surgem disto. Durante a segunda passo de ART, e através de uma visualização precisa, a consciência se aprofunda mais no bloqueio.

3. Liberação ou Transformação de bloqueios ou energia estagnada. Durante este passo a consciência do paciente transforma a densidade do bloqueio de energia ou liberações completamente sua carga (densidade/qualidade - carga / charge). Isto é realizado pelo paciente aprofundando o foco e (& associado a) respiração consciente em seu bloqueio, O terapeuta também está dirigindo sua atenção sobre o problema do paciente e observa mudanças nos padrões de energia do bloqueio. Se o paciente está se cansando ou não está respirando intensamente ao focalizar área do bloqueio o terapeuta pede a este para aprofundar mais a respiração. Consequentemente o aprofundando persistente e focalizado da respiração no bloqueio o dissolve (libera - released) dentro de 10-20 minutos.

4. Integração. Durante este passo é restabelecido e harmonizado o fluxo de força de vida na área afetada. Isto geralmente é alcançado durante a sessão de tratamento, mas também depois pelo próprio paciente em casa trazendo sua consciência na área afetada e promovendo o fluxo.

DESPERTAR (ART - Awareness Release Technique) é um método excelente para dissolver bloqueios que são muito severos, especialmente para esses bloqueios onde tratamento de acupuntura isolada não alcança resultados satisfatórios.

MEDITAÇÃO NO FLUXO DO CHAKRA

Outro método em medicina vibracional (energy medicine) para promover o fluxo da energia vital (life force) em níveis mais profundos é a Meditação sobre o Fluxo do Chakra desenvolvida pelo autor. Este método é semelhante ao “Treinamento Autógeno" ou ao Relaxamento Progressivo. Com o paciente deitado ou sentando em uma posição confortável o terapeuta dá instruções. Primeiro, o terapeuta focaliza no centro coronário (crown) e diz para o paciente que o abra: abra o centro coronário (sahasrara chakra) desde o alto da cabeça, abra cada vez mais, mais amplo e mais amplo, deixe a energia fluir acima no centro coronário e abaixo no tórax, no centro do tórax, no centro do coração. Amplie esta área e deixe a energia fluir completamente em todo coração, mais fundo, profundamente mais fundo".

Depois de estabelecer o fluxo do coronário para o coração, são incluídos outro chakras no fluxo, primeiro os 3º, 2º e o chakra básico, depois também o 5º e 6º chakra. Depois de vários dias de exercício o fluxo é estabilizado em todos os centros de energia, então ampliados.

Meditação no Fluxo dos Chakra é uma forma de tratamento energético que efetivamente pode promover o fluxo da força em níveis mais fundos, aumentar a vitalidade e um estado estável de saúde. Que se inicia com a cooperação do terapeuta e depois é mantida pelo paciente em sua casa.
Estes dois métodos de medicina da energia, a Técnica de Liberação de Consciência por dissolver bloqueios, e a Meditação no Fluxo do Chakra para a promoção do fluxo nos centros de energia do corpo, são excelentes métodos adicionais para aumentar os efeitos da acupuntura de chakra.



DESCRIÇÃO DOS CHAKRAS E SUA RELAÇÃO COM PONTOS DE ACUPUNTURA E ÓRGÃOS CHINESES

1. Chakra Básico, Muladhara Chakra
Local: O primeiro chakra está localizado no perineum e abre-se para baixo. Corresponde a posição do ponto VC 1 (Huiyin, o ponto de reunião de todo Yin).
Funções: O Yin corresponde à Terra e assim o chakra básico provê a conexão enérgica do ser humano com esse elemento. A abertura do chakra básico e o fluxo enérgico através deste chakra é responsável pela conexão enérgetica do corpo com a terra que é chamada (grounding) firmando-se. Este chakra corresponde a energia Yin do Rim.
Ponto de acupuntura: VC 1 (Huiyin)

2. Chakra da Polaridade Svadhishthana Chakra
Local: O segundo chakra está situado na pélvis e tem duas aberturas, a primeira frontal (ventral) corresponde ao ponto de acupuntura VC 2 (Gugu) - VC 4 (Guanyuan) e outra para o dorso na região do sacrum VG 2 (Yaoshu) - VG 4 (Mingmen).
Funções: O chakra da polaridade equilibra o Yin e Yang dentro e do lado de fora, forma a base para uma sexualidade sem distúrbios, i.e. o Yin e Yang exterior equilibrado. O primeiro e segundo chakra correspondem ao Jiao inferior (pélvis) do Sanjiao. O chakra da polaridade corresponde ao Yang do rim, bexiga e intestino grosso.
Pontos de acupuntura:
Ventral - VC 2 (Qugu) até VC 4 (Guanyuan)
Dorsal - VG 2 (Yaoshu) até VG 4 (Mingmen)

3. Chakra do Plexo Solar Manipura Chakra
Local: O terceiro chakra é situado no abdômen. Abre diante e atrás do umbigo na região de VG 5 (Xuanshu) - VG 6 (Jizhong).
Funções: O chakra de Manipura regula na parte superior o temperamento (personal will) e a expressão emocional (emotional expression) na mais parte inferior. No caso de desequilíbrio é responsável por lutas pelo poder (striving for power) , raiva (rage), irritabilidade (anger) e drogadição (adiction). Os meridianos (órgãos chinês) do baço e fígado correspondem ao terceiro chakra. Também há uma relação com o Jiao médio do Sanjiao.
Pontos de acupuntura:
VC 8 (Senjue), VC 12 (Zhongwan)
VG 5 (Xuanshu), VG 6 (Jizhong)

4. Chakra do Coração, Anahata Chakra
Local: O quarto chakra situa-se no centro do tórax e abre diante do ponto VC 17 (Shanzhong) e no dorso diante do ponto VG 11 (Shendao)
Funções: As funções correspondentes são: amizade, compreensão, compaixão, equilíbrio de contrastes, busca de harmonia, paz interna e amor,. O chakra de coração, por ser o quarto chakra, representa o centro enérgico do ser humano é o chakra da importante integração entre os três superiores e o três chakras inferiores. O Anahata chakra corresponde ao coração e o Jiao superior.
Pontos de acupuntura:
VC 17 (Shanzhong), VG 11 (Shendao)

5. Chakra da Garganta Viahuddha Chakra
Local: O quinto chakra situa-se na garganta e abre diante da laringe e atrás no ponto VG 14 (Dazhui).
Funções: O chakra de garganta produz a força e expressividade (fluência) da fala. Outra função é criatividade. O chakra de garganta corresponde ao pulmão.
Pontos de acupuntura:
VC 22 (Tiantu), VG 14 (Dazhui)

6. Ajna Chakra, Terceiro Olho
Local: O sexto chakra é situado à base do crânio. Abre-se na frente no ponto Extra 1 (Yintang) e atrás no ponto VG 15 (Yamen).
Funções: As funções do Terceiro Olho são a habilidade para focalizar a mente, enquanto entendendo, o poder de discernimento, intuição e clarividência.
Pontos de acupuntura:
Ponto extra 1 (Yintang), VG 15 (Yamen)

7. Chakra Coronário, Sahasrara Chakra
Local: O sétimo chakra situa-se no crânio. Corresponde ao ponto VG 20 (Baihui) e ao ponto extra 6 (Sishencong) e abre acima do crânio como uma coroa.
Funções: O chakra de coronário representa o Yang mais alto no corpo, em contraste com o ponto de reunião de todo Yin no chakra básico. Considera-se que o chakra coronário é responsável pela compreensão dos aspectos mais altos de vida, proporcionando a conexão com mundo espiritual. O ponto VG 20 (Baihui) como também o Extra 6 (Sishencong) são pontos particularmente importantes na acupuntura e servem para harmonizar funções psíquicas e o equilíbrio de toda energia do corpo.
Pontos de acupuntura:
VG 20 (Baihui), Extra 6 (Sishencong)


BIBLIOGRAFIA
1. Jaffe, R.T. Energy Mastery Seminars, Advanced Energy Healing. Script. 1990.
2. Jung, C.G. Ueber Psychische Energie und das Wesen der Traume. Rascher. Zurich and Stuttgart, 1948.
3. Krieger, D. The Therapeutic Touch. How To Use Hands To Help To Heal. Prentice Hall Press. New York, London, Toronto, 1979.
4. Pomeranz, B. and Stux, G. Scientific Bases of Acupuncture. Springer Verlag. Berlin, Heidelberg, New York, 1989.
5. Stux, G. and Pomeranz, B. Basics of Acupuncture. Second Edition. Springer Verlag. Berlin, Heidelberg, New York, 1991.
6. Stux, G. and Pomeranz, B. Acupuncture - Textbook and Atlas. Springer Verlag. Berlin, Heidelberg, New York, 1987.
7. Stux, G. Akupunktur und ART. Therapeutikon. 1992. 6/1-2:42-43.
8. Stux, G. Was ist Energie Medizin? Therapeutikon. 1992. 6/4:171-172.
9. Stux, G. Chakra Flow Meditation. Therapeutikon (in preparation).


Publicação original
Medical Acupuncture
primavera / verão 1994 Volume6 / Número 1
AAMA - journal - http://www.medicalacupuncture.org


4 comentários:

Iris Nunes disse...

Boa tarde!! Você colocou o Xuanshu como VG 15 e ele é o VG 5, isso no 3º chakra. Abç.

P_Padovez disse...

Olá.

Como relacionaríamos pontos dos chakras com a Acupuntura Auricular?

Obrigada :-)

Paulo Pedro disse...

as correlações são possíveis, mas sempre limitadas, com risco de perder-mos a integridade (coerência) dos sistemas isolados e assim sua eficiência. Como hipótese, podemos supor que esteja relacionado ao 5º Chakra da garganta e fala (Vishuddha Chakra), uma possível fundamentação para essa associação é a inervação dessas regiões anatômicas (nervo vago, trigêmeo e gânglios simpáticos cervicais) além das enigmáticas relações com a linguagem (apenas a fala?), mas como disse é só uma hipótese assim como a brilhante associação que fez o Gabriel Stux do artigo que traduzi

blog umbanda ayahuasca disse...

interessante.....